11 APR 18

“Sou trabalhista”

 

Prezado amigo ou amiga da Direita:

Esta mensagem vai para você, neoliberal, liberal e/ou conservador, que por vezes me acompanha por aqui silenciosa e carinhosamente.

Sou trabalhista. Nos moldes da orientação de Alberto Pasqualini. Portanto, defendo o Estado indutor, entendendo que o setor empresarial é profundamente importante para o desenvolvimento do país.

Nossa contrariedade é a usura social, o rentismo especulativo, ou, nas palavras de Pasqualini “o capitalismo parasitário”.

Defendemos mecanismos de controle, por parte do Estado, pois não acreditamos na exclusiva liberdade individual econômica, propagada pelos entusiastas do mercado financeiro.

Defendemos o regulamento do Estado, na condição de praticar a justiça social, principalmente num país com mais de 200 milhões de habitantes e tanta pobreza e miséria.

Logo, grave: não sou anticapitalista, ou “comunista”, como as viúvas da guerra fria adoram gritar. Sou trabalhista.

Por fim, peço, não me venham com o batido argumento de Cuba, Venezuela ou Coreia do Norte, eis que minha visão de mundo também não resguarda nada que sustente o absolutismo de estado, ou a Ditadura de esquerda.

Como já disse, defendemos o Estado indutor, nos moldes de Keynes. Aliás, Keynes nunca defendeu um Estado absolutista.

Defendemos, por princípio, a autodeterminação dos povos. Isso não significa que apoiamos a realidade de Cuba, Venezuela ou Coreia, mas zelamos por não interferir, nem a favor nem contra a soberania de qualquer país, em se tratando de política internacional.

Acreditamos que temos potencialidades, como país de proporções continentais e riqueza natural incalculável, de sermos uma nação independente.

Ou seja, não alinhados diretamente aos interesses econômicos exclusivos de nenhum país, independente de sua orientação ideológica.

Tenho certeza que tu, amigo ou amiga de Direita, tens plena capacidade de entender.

Vejam, não quero que concordem. Apenas entendam…

E sim, o fato de não concordarmos nunca impedirá, de minha parte, nossa relação de diálogo respeitosa. Até porque o mundo não termina hoje e a estrada é longa.

Desculpem se às vezes perco a paciência.

Obrigado. Tenham um bom dia!

Galeria de fotos

Christopher Goulart

Advogado e primeiro suplente de senador pelo PDT do Rio Grande do Sul.

COMENTÁRIOS