10 NOV 17

PDT cria núcleo de estudos sobre diversidade trabalhista, em Brasília

Ação ratifica importância do debate nacional da pauta LGBT e do combate ao preconceito

*Por Bruno Ribeiro

Brasília, 10/11/2017 – A pauta LGBT segue ganhando força dentro das trincheiras pedetistas para intensificar o combate ao preconceito e permitir a geração de oportunidades a partir da formulação de políticas públicas integradoras e igualitárias. Nesse caminho, o PDT Diversidade criou na última terça-feira (7) um núcleo de estudos sobre diversidade trabalhista. Liderada pela presidente do movimento, Amanda Anderson, a ação promovida na sede nacional do partido, em Brasília.

Ao criticarem o conservadorismo e o fundamentalismo enraizados na sociedade brasileiro, os militantes indicaram que a proposta permitirá a análise de uma base de estudos para confrontar a inexistente ideologia de gênero criada pelo conservadorismo crescente.

“A verdadeira identidade de gênero mostra como o ser humano se vê, a partir da sexualidade e transexualidade”, explicou Amanda Anderson, ao completar: “Estamos mobilizados para seguir no enfrentamento contra a marginalização da população LGBTI no Brasil. Como já dizia o líder Leonel Brizola: vamos inundar o país com mentes esclarecidas.”

A atividade contou ainda com a participação de outras lideranças do movimento, incluindo o presidente regional, Alexandre Lira, acompanhado do vice-presidente, Emerson; do secretário-geral, Hamisses Marcelo Prococháza, do secretário de mobilizações sociais, Marcelo Prococháza, do secretário de Cultura, Willian, e da mais nova integrante, a atleta paraolímpica LGBT, Sheron Babinsk.

Com informações do PDT Diversidade.

Bruno Ribeiro

Secretário Nacional de Comunicação da FLB-AP.

COMENTÁRIOS